Página principal
Geostacionário:
Órbita polar:

QuikSCAT

QuikSCAT

Operador: NASA

Data de lançamento: 19 de Junho de 1999

Tipo de órbita: heliosincrónico, satélite passa sempre por cima do mesmo ponto à mesma hora do dia.

altura: 800 km

Inclinação da órbita: 98,6 graus comparados no plano equatorial.

Período de revolução: Em cada dia são realizadas 14 órbitas em passagens ascendentes e descendentes, com a duração de 102 minutos cada. O período de revolução é o tempo gasto pelo satélite a dar uma volta completa à Terra.

Instrumento: difusómetro

Um difusómetro é um radar micro ondas de alta frequência (13,4 gigahertz), que permite medir a intensidade e a direcção do vento perto da superfície do mar. Ao soprar sobre o oceano, o vento cria ondas capilares na sua superfície, com apenas alguns centímetros. Estas alteram as características do sinal reflectido para o satélite.

Este instrumento varre uma faixa de cerca de 1800 Km de largura. O instrumento colhe aproximadamente 400.000 medições e cobre 90% da superfície da Terra num dia. A resolução é de 25 quilómetros.

As medições da velocidade do vento podem ser feitas qualquer que seja o tempo não sendo afectadas pelas nuvens. Contudo, a medição é perturbada por todos os fenómenos que destroem as ondas capilares: a chuva, os ventos muito fracos ou os muito fortes (superiores a 20 m/s). Entre 3 m/s e 20 m/s, a precisão sobre a intensidade do vento é de 2 m/s e a precisão sobre a direcção é de 20 graus.

Geostacionário:
Órbita polar: